Arquivo da categoria: Vídeos

Aqui é Palestra!

Valeu, Diego. Por não deixar barato o teatrinho do fdp. Representou, mais uma vez.

E o cretino do Domingos, além de fugir da treta, ainda vira a bundinha para trás, como quem diz: “Vêm, me ataca por trás!”:

Anúncios

Vídeo – Valeu, Galeano! (Ídolo anuncia sua aposentadoria)

galeanoEm tempos de jogadores sem amor à camisa e com uma tremenda falta de vontade em campo, é muito bom poder ver cenas como aquelas do post anterior e também, homenagear um dos jogadores mais raçudos dos últimos tempos. Considerado por muitos torcedores (onde eu me incluo também) um verdadeiro ídolo do VerdãoGaleano anunciou sua aposentadoria dos gramados nesta semana.

Em um clube conhecido por suas duas Academias, pelo ataque dos 100 gols de 1996 e por ídolos gênios da bola como Ademir da Guia, Alex, Edmundo, Evair e outros tantos, Galeano, que não era dotado de grande técnica ou habilidade, conseguiu marcar o seu nome na história da Sociedade Esportiva Palmeiras. Talvez não da mesma maneira que esses jogadores, nem no mesmo nível. Mas sua enorme vontade, raça e disposição, que o levaram a sempre representar com dignidade a camisa que ostentava, bastaram para que conquistasse o coração da torcida.

galeano-pierreA foto ao lado é muito interessante, pois mostra o encontro de Galeano e Pierre, atual jogador da posição e que têm tudo para seguir os passos de seu antecessor. Clique aqui para ler essa matéria. (Crédito para foto: Ari Ferreira/Lancepress)

Crédito para a foto de Galeano no topo: site Memória Alviverde


Vídeo – Ritual de entrada em campo dos jogadores de base do Palmeiras

Esse é um vídeo que eu planejava a inclusão neste blog há um bom tempo, mas por diversas razões, ainda não tinha conseguido publicá-lo. Mas agora, o momento se mostra propício para que ele surja por aqui.

Trata-se de imagens do time sub-16 do Palmeiras, que participava do torneio Zinédine Zidane, na França.

Acompanhem no vídeo abaixo como os atletas percorrem o caminho dos vestiários em direção ao campo de futebol:

E aí, é de arrepiar, não acha?

Eu disse lá em cima que esse era o momento ideal de trazê-lo à tona. E por que?

Porquê demonstra todo o sentimento e amor de um jogador pelo seu time e por esse esporte.

Eles sabem que são privilegiados por poderem vestir essa camisa do Palmeiras e representá-lo. E demonstram seu agradecimento com atitudes como esta. Muitos o fazem por serem torcedores de coração do Verdão, e outros, por reconhecimento ao time que pode conduzí-los ao posto de jogador profissional de futebol. Não importa qual é o motivo, importa é que exista um. E que os mova sempre, com honra e dignidade. Porque, se perderem isso, não terão mais nada. E só assim, algum dia, conseguirão o verdadeiro reconhecimento e, talvez, deixar seu nome marcado para a eternidade.

E realmente espero que, quando chegarem na fase de profissionais, não se esqueçam desse sentimento, como muitos dos jogadores do time atual do Palmeiras parecem ter se esquecido, e fizeram o que fizeram nesse Campeonato Brasileiro de 2008.

Mas devo ao menos agradecer ao Marcos, ao Pierre e ao Kléber, que nunca deixaram de lutar por nós, por eles mesmos e pelo Palmeiras. Esses (e os garotos do vídeo) ainda me dão esperanças de que exista uma salvação para esse mundo perdido em seus valores distorcidos.

* * *

Mais informações sobre a equipe sub-16 e o torneio, você encontra lá no blog Parmerista, lugar onde eu encontrei esse vídeo.


Vídeo – Mar branco nas arquibancadas (Vá de branco ao estádio)

Vi essa campanha lá no Maglia Verde e resolvi aderir também.

Quem for ao jogo de domingo contra o SPFW – ou qualquer um daqui em diante – e gosta de ficar ao lado da galera da Mancha Verde para agitar e dar uma força pro Verdão, vá vestindo uma camiseta branca.

Se você não é sócio da torcida, não tem problema. Participe usando a tradicional 2ª camisa do Palmeiras, igual essa aí ao lado. Caso não tenha uma dessas, serve qualquer camiseta comum que possua nesta cor.

Era tradicional a alguns anos atrás o pessoal da torcida ir todo uniformizado, o que deixava o estádio bem mais bonito. No entanto, foi perdendo o impacto que tinha devido aos constantes ataques que a festa das arquibancadas sofreu por parte das autoridades, que não sabem distinguir diversão de violência.

Veja nesse vídeo como era bonito:


Vídeo + Áudio – O Amor é Verde – Moacyr Franco

A música “O Amor é Verde” que o ator, cantor, compositor, humorista e palmeirense fanático Moacyr Franco compôs no ano de 1997 em homenagem à Sociedade Esportiva Palmeiras já é bem conhecida (clique aqui para ouvir ou baixar em mp3).

A novidade que trago aqui é o emocionante clipe (não-oficial) dessa música, criado pelo nosso leitor Walklenguer Henrique de Oliveira. Recomendo que assistam até o final. Vale muito a pena:

Uma curiosidade sobre o processo de criação do vídeo, contada pelo autor:

(…) foram aproximadamente 30 dias de pesquisa para encontrar fotos de todos os jogadores homenageados na música e mais uma semana para montagem das imagens (…).

Bem, deu trabalho, mas é muito gratificante e gostaria que fizesse parte do blog.

E aqui vai a letra:

O Amor É Verde
Moacyr Franco

O amor é verde
branca a razão
eu plantei Palmeiras
no coração

Para a natureza
se eternizar
hasteou Palmeiras
em seu altar

Esse amor imenso
flor da emoção
um jardim suspenso
pela paixão

Todo dia
eu sou campeão
Palmeiras, Palmeiras…


15 anos do inesquecível 12 de junho de 1993

A emoção é grande, não sei o que dizer. Então, deixarei que as imagens falem por mim.
* Reparem nas embaixadinhas, não me lembrava delas:


PALMEIRAS – CAMPEÃO CAMPEONATO PAULISTA 1993

Ficha técnica:

Palmeiras 4 x 0 Corinthians
Data: 12/06/93
Local: Morumbi
Juiz: José Aparecido de Oliveira
Renda: Cr$ 18.154.000.000,00
Público: 104.401 pagantes
Gols: Zinho (36/1T), Evair (29/2T), Edilson (38/2T), Evair (10/1T da prorrogação)

Palmeiras: Sérgio, Mazinho, Antônio Carlos, Tonhão, Roberto Carlos, César Sampaio, Daniel, Edílson (Jean Carlo), Zinho, Edmundo, Evair (Alexandre Rosa). Técnico: Wanderley Luxemburgo.

Corinthians: Ronaldo, Leandro, Marcelo, Henrique, Ricardo, Marcelinho Paulista, Ezequiel, Neto, Paulo Sérgio, Viola, Adil (Tupãzinho) (Wilson). Técnico: Nelsinho Batista

Regulamento:

Todos contra todos em dois turnos. Os oito primeiros se classificam para fase semifinal e se dividem em dois grupos de quatro. Todos jogam entre si nos grupos em turno e returno, classificando-se para a final a melhor equipe de cada grupo. Na final, partidas de ida e volta para apurar o campeão da competição.

Campanha:

Pontos: 72
Jogos: 38
Vitórias: 26
Empates: 06
Derrotas: 06
Gols Pró: 72
Gols Contra: 30
Saldo de Gols: 42

Jogos do Campeonato:

1º Turno
Palmeiras 2 x 1 Marília – Evair, César Sampaio
Palmeiras 2 x 0 Xv de Piracicaba – Evair (2)
Palmeiras 2 x 2 Rio Branco – Evair (2)
Palmeiras 3 x 1 Santos – Zinho, Edmundo, Evair
Palmeiras 2 x 2 Ponte Preta – Jean Carlo, Evair
Palmeiras 2 x 0 Corinthians – Edmundo, Daniel Frasson
Palmeiras 2 x 2 Mogi Mirim – Evair (2)
Palmeiras 1 x 1 União São João – Zinho
Palmeiras 4 x 0 Portuguesa – Edmundo, Edilson, Evair, Zinho
Palmeiras 3 x 1 Ituano – Evair, Edílson (2)
Palmeiras 3 x 1 Guarani – Roberto Carlos, Antonio Carlos, Edinho Baiano
Palmeiras 0 x 1 Bragantino – –
Palmeiras 4 x 1 Juventus – César Sampaio, Roberto Carlos, Zinho (2)
Palmeiras 0 x 0 São Paulo – –
Palmeiras 0 x 0 Noroeste – –

2º Turno
Palmeiras 1 x 2 Juventus – Evair
Palmeiras 2 x 0 Bragantino – Roberto Carlos, Evair
Palmeiras 3 x 1 Marília – Zinho, Edílson, Maurílio
Palmeiras 1 x 0 Noroeste – César Sampaio
Palmeiras 2 x 1 Santos – Evair, Edílson
Palmeiras 1 x 0 Ponte Preta – Evair
Palmeiras 2 x 1 Portuguesa – Evair, Edílson
Palmeiras 1 x 2 Mogi Mirim – Jean Carlo
Palmeiras 0 x 2 São Paulo – –
Palmeiras 2 x 1 Rio Branco – Zinho, Maurílio
Palmeiras 2 x 0 Ituano – Jean Carlo, Edmundo
Palmeiras 3 x 0 Guarani – Antonio Carlos, Edmundo, Zinho
Palmeiras 0 x 3 Corinthians – –
Palmeiras 1 x 0 União São João – Edílson
Palmeiras 2 x 1 Xv de Piracicaba – Edmundo, Edílson

Semifinal
Palmeiras 6 x 1 Rio Branco – Soares, Roberto Carlos, Maurilio (2), Edmundo (2)
Palmeiras 2 x 0 Guarani – Edílson, Edmundo
Palmeiras 1 x 0 Ferroviária – Edmundo
Palmeiras 1 x 0 Guarani – Mazinho
Palmeiras 1 x 0 Rio Branco – Jean Carlo
Palmeiras 4 x 1 Ferroviária – Edmundo, César Sampaio, Edílson, Jéfferson

Final
Palmeiras 0 x 1 Corinthians – –
Palmeiras 4 x 0 Corinthians – Zinho, Edílson, Evair (2)

Crédito para as informações: site Palmeiras On Line


Vídeo – Música para “El Mago”

Mais uma demonstração de fanatismo e criatividade da torcida Alviverde. Dessa vez, o torcedor Renato Alvarenga compôs uma música em homenagem ao jogador palmeirense Valdivia. Veja o vídeo: