Programa de Governo – Presidente Luiz Gonzaga Belluzzo

belluzzo_por-venancio

Salve, nação Alviverde.

Finalmente trago o post de comemoração para a brilhante vitória do Verdão, ocorrida na última segunda-feira. Em sua principal batalha de 2009, a Sociedade Esportiva Palmeiras elegeu Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo como novo presidente do clube.

Crédito - blog CruzDeSavoia.blogspot.com

Torcida dando seu apoio ao Belluzzo, durante as eleições do clube

E para que possamos ter uma idéia do que está sendo planejado para o futuro Alviverde e também cobrar a nova diretoria caso as coisas não saiam como o esperado, disponibilizo logo abaixo o Programa de Governo que o candidato eleito apresentou durante sua campanha:

Apresentação

(…) Elaborei esse material com o intuito de contribuir para que o debate sobre o que é melhor para o nosso Palmeiras continue sendo pautado, acima das questões de ordem meramente pessoal, pela consistência das propostas e o histórico de realizações dos candidatos. Por isso, as páginas seguintes trazem uma breve síntese daquilo que acredito ser o melhor caminho a ser trilhado pela nossa Sociedade nos próximos dois anos. (…) no meu Programa de Governo não há fórmulas mirabolantes ou soluções mágicas; ao contrário, penso que a receita do sucesso para uma instituição da complexidade e dimensão do Palmeiras não difere, em essência, dos consagrados princípios da moderna administração, respeitadas obviamente as peculiaridades de um clube social e futebolístico.

Algumas das idéias aqui apresentadas são fruto da minha convivência no meio empresarial e acadêmico; outras, devem‐se a longos anos de envolvimento com o nosso clube e, mais recentemente, à minha experiência como Diretor de Planejamento da atual gestão. Por fim, e não menos importante, muitas das propostas resultaram de extensos e proveitosos debates com Conselheiros e Associados durante o período de campanha eleitoral. Espero que o meu Programa tenha alcançado o objetivo de atender aos anseios da nossa coletividade. (…)

Cordialmente,

Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo

Programa de Governo

Departamento de Futebol Profissional

O futebol é o grande carro‐chefe, responsável maior pela enorme reputação nacional e internacional da nossa Sociedade. É deveCrédito - Site Palestrinos.comr de qualquer administração da SEP formar equipes permanentemente capacitadas a vencer toda competição que viermos a disputar. Como resultado do retorno dessa filosofia de gestão, à altura de nossa grandiosa tradição, em 2008 o Palmeiras sagrou‐se novamente campeão do maior torneiro regional do país após oito anos sem conquistas de grande expressão. Nosso compromisso, portanto, é prosseguir na linha mestra de trabalho introduzida na gestão atual, mantendo os acertos e promovendo os aprimoramentos necessários, com o objetivo de consolidar definitivamente um projeto vencedor de longo prazo.

Nesse sentido, as principais ações em nossa gestão serão:

•    Ampliar a parceria com a Traffic, como meio de proporcionar as condições de investimento e, com isso, garantir a necessária qualificação técnica do elenco e a valorização patrimonial da SEP;

•    Aprimorar a capacidade de seleção de atletas, através da criação de uma equipe de observadores responsável unicamente pela prospecção, observação e contratação de jogadores, formada por profissionais de renomada competência e remunerada diretamente em função do sucesso do trabalho.

•    Continuar o projeto de recuperação da infra‐estrutura do departamento de futebol iniciado na atual gestão, através da modernização das instalações físicas, construção de alojamento para concentração e área para alimentação, disponibilização de equipamentos médicos e fisioterápicos de alta tecnologia e recursos humanos de elevada qualificação.

•    Estreitar o relacionamento do Palmeiras com as grandes equipes do futebol mundial, por meio de convênios e parcerias, como forma de garantir acesso privilegiado ao mercado internacional de atletas profissionais, como meio de propiciar substancial elevação nas receitas com a venda de direitos federativos e, assim, diminuir a dependência dos agentes intermediários.

•    Promover a formação de uma comissão técnica permanente, vinculada unicamente ao clube.

•    Estabelecer convênios com as principais universidades do país, com o objetivo de fornecer ao clube um acesso permanente à pesquisa científica de vanguarda na área medico‐desportiva.

•    Ampliar a representatividade de nossa instituição junto às entidades desportivas nacionais e internacionais, como meio de salvaguardar os melhores interesses da SEP.

•    Utilizar o gigantesco valor mercadológico da SEP para expandir o relacionamento do clube com o setor privado, permitindo assim o desenvolvimento de novas parcerias com o meio empresarial e o universo financeiro.


Departamento de Futebol Não‐Profissional

As categorias inferiores (base) são reconhecidamente a materia‐prima básica para a formação de qualquer instituição futebolística. Crédito - Site Oficial S.E.PalmeirasFortalece‐las significa erguer o pilar fundamental para o sucesso de longo prazo de um projeto vencedor, proporcionando um fluxo permanente de atletas qualificados para a equipe profissional. Além disso, sua eficiente gestão tem o potencial de proporcionar enorme benefício patrimonial, ao reduzir a dependência dos pesados investimentos na contratação de atletas e possibilitar incremento substancial nas receitas com a venda de direitos federativos. Por isso, são estruturas indispensáveis para garantir a sobrevivência dos clubes brasileiros diante da realidade de elevados custos do futebol moderno.

As principais ações para fortalecer nosso departamento de futebol não‐profissional são:

•    Utilizar os recursos federais disponíveis por meio da Lei de Incentivo ao Esporte para aprimorar a infra‐estrutura do departamento, promovendo investimentos na remodelação do centro de treinamento de Guarulhos (CT‐II), modernização das áreas de treinamento e construção instalações para alojamento, alimentação, convivência e lazer dos jovens.

•    Desenvolver um programa estruturado de capacitação e aprimoramento técnico, tático e físico durante toda a carreira nao‐profissional dos atletas, concebido inteiramente de acordo com as necessidades do futebol moderno.

•    Implantar núcleos de observação de atletas espalhados pelo território nacional e nos países vizinhos da América Latina, com o objetivo de selecionar atletas com elevado potencial futebolístico.

•    Cumprir com a responsabilidade social da SEP junto aos jovens, intensificando o trabalho de acompanhamento psicológico, médico, odontológico e educacional.


Gestão do Clube Social

O clube é, acima de tudo, a nossa casa. É o ambiente onde muitos de nossos associados realizam a maior parte de suas atividades clubesociais, culturais, esportivas e familiares.

Para o público exterior, é o nosso principal cartão de visitas. Por isso, a obrigação primeira de qualquer gestão é preservar seu patrimônio, manter a qualidade das suas instalações e garantir as adequadas condições dos serviços, de aparência e limpeza.

Nosso compromisso é dar continuidade ao processo de recuperação do clube social inaugurado na gestão atual, além de avançar nos aspectos administrativos que se fazem necessários. Para fazer frente a esse desafio, nossa gestão contará integralmente com a longa experiência do atual corpo de diretores, conhecedores como ninguém das necessidades do clube.

Além disso, com o advento da Arena Palestra Itália, as fontes adicionais de recursos – decorrentes das novas receitas e do fim dos custos de manutenção do estádio – permitirão que os investimentos necessários sejam realizados ao mesmo tempo em que as mensalidades sejam mantidas em níveis acessíveis ao associado. As ações que entendemos serem de maior importância são:

•    Acelerar o processo de início das obras de construção da Arena Palestra Itália, disponibilizando as novas instalações socio‐esportivas (ginásios, quadras, vestiários, restaurantes, entre outras) no menor prazo possível.

•    Introduzir um modelo de gestão descentralizado, delegando atribuições e responsabilidades aos diversos departamentos do clube, proporcionando assim maior eficiência administrativa.

•    Executar uma reforma administrativa com o objetivo de diminuir a burocracia, tornar o processo de tomada de decisões mais ágil e, assim, harmonizar o relacionamento entre os diversos departamentos do clube e deste com o associado.

•    Publicar regulamento interno, explicitando o organograma dos departamentos e definindo claramente as responsabilidades e competências do corpo diretivo.

•    Aprimorar a atuação do quadro de funcionários, por meio de programas de treinamento e adaptação às atividades e cultura interna do clube, como meio de prover o melhor serviço e atendimento ao associado.

•    Tornar a ouvidoria mais ativa, aumentando sua interface com os diversos departamentos sociais e esportivos para permitir o rápido encaminhamento e solução dos problemas internos.

•    Implementar um processo orçamentário ativo, com responsabilidade de execução totalmente compartilhada com os diversos departamentos, otimizando sua eficiência e promovendo importantes economias de recursos.

•    Publicar periodicamente o Relatório da Gestão, contemplando as ações executadas, como forma de aumentar a transparência da administração e promover a prestação de contas junto ao associado.

•    Melhorar o serviço de alimentação do clube social, modernizando as instalações, oferecendo melhores produtos e atendimento compatível com a necessidade do associado, sempre mantendo preços acessíveis e compatíveis, com qualidade superior.


Esportes Não Profissionais (Olímpicos e Não Olímpicos)

As conquistas do tri‐campeonato paulista pela Società Sportiva Palestra Italia no futebol e no basquete em 1932, 33 e 34, levaram nosjudosos antepassados a forjar o seguinte lema: “é com o pé, é com a mão, o Palestra é campeão”. Desde então, a tradição da SEP se expandiu para as mais diversas modalidades, tornando nosso clube uma dos mais vitoriosas entidades poliesportivas do país. Por isso, qualquer gestão deve zelar pelas condições de prática e alta competitividade dos esportes nao‐profissionais. Entre as principais medidas a serem implementadas, destacamos:

•    Escalar membros da equipe comercial e de marketing totalmente dedicados à obtenção de recursos e patrocínios para o custeio das atividades nao‐profissionais.

•    Adequar a oferta e a qualidade das instalações às principais exigências, padrões e especificações das respectivas modalidades esportivas.

•    Fortalecer a qualificação das comissões técnicas específicas de cada departamento.

•    Elaborar um plano técnico e financeiro para, no menor tempo possível, resgatar as equipes principais de modalidades de grande tradição e história no nosso clube, como basquete, vôlei e futebol de salão, entre outras.


Departamentos de Marketing e Comercial

Poucas são as instituições, sejam elas empresas ou entidades desportivas, que possuem uma marca de potencial econômico de magnitude equivalelogohome2nte à da SEP. A gestão atual foi extremamente bem‐sucedida na tarefa de alavancar recursos por meio da exploração desse valioso ativo. Prova disso é a elevação observada na atual gestão das receitas com patrocínios e o com o fornecedor de material esportivo: para o período 2009, 2010 e 2011, já estão assegurados valores equivalentes ao triplo do montante alcançado na gestão anterior. Por isso, o desafio para os próximos anos é dar prosseguimento ao crescimento do nosso faturamento, ampliando as parcerias vigentes e desenvolvendo fontes alternativas de receitas. Para tal, nossa proposta inclui como ações principais:

•    Expansão e profissionalização do departamento de marketing e comercial, por meio da contratação de especialistas exclusivamente incumbidos da missão de proporcionar maiores receitas e fontes alternativas de recursos.

•    Alocação de profissionais exclusivamente dedicados para os esportes amadores, com a missão de gerar recursos para custear as atividades dos diversos departamentos esportivos.

•    Impulsionar a atividade de licenciamento de produtos, largamente sub‐aproveitada por todos os clubes de futebol do Brasil.

•    Reformular o programa de torcedor oficial, como forma de explorar o enorme potencial de receitas junto à nossa imensa e apaixonada torcida.

•    Intensificar as ações de marketing e comerciais por meio da Internet.


Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo – Presidente

Especialidades
Economia, Planejamento e Gestão Empresarial

Formação Acadêmica
Doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas ‐ UNICAMP
Pós Graduação em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto Latino Americano y Del Caribe de Planificacón Económica y Social (ILPES) da Comissão Econômica Para América Latina e Caribe (CELPE), órgão da Organização das Nações Unidas – ONU
Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Largo São Franciso – USP
Sociólogo – USP

Principais Atividades
Secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda entre 1985 e 1987
Secretário de Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo entre 1988 e 1990
Sócio e Articulista da Revista Carta Capital
Fundador, Sócio e Professor da FACAMP – Faculdades de Campinas
Professor Titular da Universidade Estadual de Campinas desde 1986
Membro do Conselho de Administração da empresas JHSF, BMF Bovespa e Lupatech.
Assessor Econômico do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB – 1974 e 1992

Reconhecimentos e Prêmios
Incluído no “Biographical Dictionary of Dissenting Economists” entre os 100 maiores economistas do Século XX.
Intelectual do Ano – Troféu Juca Pato – edição de 2005. Concedido pela União Brasileira de Escritores (UBE), pelo livro: Ensaios Sobre o Capitalismo no Século XX.

Livros e Publicações
“Ensaios sobre o Capitalismo no Século XX” – Livro no qual dedica dois capítulos à Sociedade Esportiva Palmeiras e um capítulo a Ademir da Guia.

Histórico e realizações na Sociedade Esportiva Palmeiras
Associado da Sociedade Esportiva Palmeiras desde 1955
Membro do Conselho Deliberativo da Sociedade Esportiva Palmeiras desde 1977
Conselheiro Vitalício da Sociedade Esportiva Palmeiras desde 2001
Responsável pela viabilização da parceria de co‐gestão Palmeiras‐Parmalat em 1992
Implementação da parceria com a Traffic na gestão de contratações de atletas para o futebol profissional
Participação na negociação dos contratos de patrocínios com a Fiat e Suvinil
Parceria com a WTORRE Empreendimentos Imobiliários para a construção da Arena Palestra Itália
Participação na negociação do contrato de Patrocínio Máster com a SAMSUNG
Implementação do setor Visa, inovadora parceria na comercialização de ingressos

Versão em PDF

Clique aqui para baixar

Crédito para a charge do Belluzzo: blog O Chiqueiro
Crédito para a foto da torcida: blog Cruz de Savóia
Crédito para a foto do time: site Palestrinos

Anúncios

2 respostas para “Programa de Governo – Presidente Luiz Gonzaga Belluzzo

  • Claudio

    A parceria com a Trafic a meu ver não prioriza o time de futebol do Palmeiras, a impressão que tenho é uma necessidade muito rápida de valorizar o jogador e vender e o Vanderley não esta conseguindo, parece afoito por mostrar resultado a Trafic.
    Você pega o exemplo do time que o Mano Menezes treina em 100 passes o erro é muito pequeno no Palmeiras a porcentagem é muito grande.
    Desta forma a melhor parceria é com um bom técnico comprometido com o time, forme jogador, de padrão de jogo e tranquilidade ao time.O jogo de ontem foi muito ruim o Obina é boa pessoa mas não jogador de futebol.

  • Esmeraldino

    Como Beluzo e seu grupo basta termos paciência e dar tempo ao tempo. Beluzo é garantia de um bom time de futebol, novas receitas financeiras e de caminho para muitos títulos. Acredito demais em Beluzo e em todos os seus pares de diretoria.

%d blogueiros gostam disto: