Censura à Mídia Palestrina – Quem já se manifestou

A censura aplicada ao blog Cruz de Savóia (que está de endereço novo, agora lá no WordPress: http://cruzdesavoia.wordpress.com) pode muito bem acontecer com qualquer outro componente da Mídia Palestrina. Por isso, é importante manifestarmos nossa rejeição a atitude do Blogger, que hospeda diversos outros blogs nossos.

Vejam quem já se posicionou*:

Observatório Verde:
Nota de desagravo ao Cruz de Savóia (adicionado às 19h10 – 10/10/2008)

Forza Palestra – Futebol com alma:
CENSURA À MÍDIA PALESTRINA **

Carcamanos:
Sumiço de blog, empatizinho péssimo e crise de existência

Forza-Palestra / Ademir:
Nota do Cruz de Savóia
Censura
Cruz de Savóia censurado

Cruz de Savóia

Destaco também a solidariedade vinda dos rivais, torcedores do SCCP:

O Mosqueteiro e sua Cachaça:
CENSURA!!!

Chuta que é Macumba!:
Vergonha: censura no Blogger

Esse último, cabe muito bem sua reprodução por aqui:

Vergonha: censura no Blogger

O nosso colega blogueiro Raphael Falavigna sofreu, na última quinta-feira, uma vergonhosa e abominável censura por parte do Blogger, que retirou seu Cruz de Savóia do ar, tratando a página como “blog spam”. Tal justificativa não é válida e pode ser contestada por todos que acessávamos diariamente o endereço. O conteúdo, tal qual o deste espaço e da maioria dos blogues aqui linkados, era apenas combativo. E combatia, em especial, o tenebroso papel da imprensa esportiva em favor do SPFC.Independentemente de amores clubísticos, o mais grave neste caso é perceber que tiraram sumariamente do ar uma página que expõe a sujeira que se instala em diretorias de clubes, gabinetes do poder público e redações de jornais. Podia ser um blogue falando mal do Corinthians, do Palmeiras, do Santos ou do São Paulo, como era o caso. Isso não interessa muito, afinal de contas é sempre bom lembrar que blogue é apenas e tão somente um lugar para que um sujeito externe suas idéias e opiniões com liberdade. Liberdade?Essa arbitrariedade se deu em um espaço relativamente pequeno, se levarmos em conta a audiência. O conteúdo, porém, era rico e embasado, havendo até vídeos comprobatórios do tema debatido. Conclui-se, então, que foi esse conteúdo a causa da censura, provavelmente prejudicial a alguém que deva estar com culpa no cartório e não desejava tal publicidade.O que nos faz chegar ao ponto crucial: a inexistência da liberdade de expressão. Quando se fala mal do zé-povinho, quando se denuncia a carência de valores, quando se mostra as feridas de uma sociedade cada vez mais individualista e mercenária, primeiro recebemos a pecha de esquizofrênicos. Depois, quando a suposta “patologia” não é sanada, cortam o “mal” pela raiz. É a censura pelo poder econômico, em que só vale a publicação daquilo que interessa aos barões da mídia.Vejam: essa defesa pública é feita por um corinthiano e em favor de um blogue palmeirense. O que torna as coisas ainda mais legitimadas. Assim como se legitima tudo aquilo que era mostrado no Cruz de Savóia (os souvenirs de madame, a íntima ligação dos leonores com o governo, qualquer que ele seja, e a tentativa de eliminação dos dois times mais tradicionais e, de certo modo, contestadores).

Apagarem o Cruz de Savóia (assim como apagaram o blogue de Paulo Henrique Amorim no iG) só mostra que a teoria da agenda de destruição é corretíssima. É a prova crucial no processo, embora seja totalmente condenável a atitude. O fim jamais justificará os meios quando se trata de cerceamento da liberdade. De todo modo, quem sabe isso não acorde os incautos para a falácia que é nossa “democracia”.

Anúncios

6 respostas para “Censura à Mídia Palestrina – Quem já se manifestou

%d blogueiros gostam disto: